Visita ao Núcleo Museológico do Posto de Comando do MFA

UM OLHAR POR DENTRO,
iniciativa anual que valoriza a partilha de conhecimentos e o debate em torno de questões de ambiente e/ou património.

No próximo dia 23 de Novembro olhamos para o Núcleo Museológico do Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas, instalado no Regimento de Engenharia nº 1 da Pontinha.

PARTICIPE! Aguardamos a sua inscrição.

Iniciativa limitada a 30 participantes.

Inscrições até dia 21 de Novembro: adaloures@gmail.com

ADAL PREPARA LANÇAMENTO DE UMA PETIÇÃO | CONVENTO DE NOSSA SENHORA DOS MÁRTIRES E DA CONCEIÇÃO DOS MILAGRES, DE SACAVÉM

O Convento de Nossa Senhora dos Mártires e da Conceição dos Milagres, de Sacavém por indicação de Miguel de Moura, escrivão de D. Sebastião, foi construído no século XVI, sobre ruínas de um outro templo edificado no século XII, em pleno reinado de D. Afonso Henriques.

Do seu património, em permanente risco de completa destruição e furto, salientamos azulejos dos séculos XVI, XVII e XVIII.

Os efeitos danosos causados pelas centenas de anos de vida deste exemplar do nosso património, aliados aos danos provocados pelo abandono a que esteve sujeito, conduziram-no a um estado de destruição que a ADAL por diversas vezes tem vindo a denunciar, quer através de Posições Públicas, quer no âmbito do Positivo e Negativo do Ano, como sucedeu este ano.

Porque corre o sério risco de ficar completamente destruído, consideramos que se justifica a dinamização de um movimento de opinião da população do Concelho de Loures e da cidade de Sacavém, em particular, para a salvaguarda e valorização do Convento de Nossa Senhora dos Mártires e da Conceição dos Milagres.

Esta é a finalidade da petição que a ADAL tenciona divulgar proximamente, e que será enviada à Senhora Ministra da Cultura, para que o Estado desenvolva todas as providências necessárias e ao seu alcance, para a classificação patrimonial do Convento.

Exposição de bolso “Santa Iria de Azóia, de Aterro a Parque Urbano – Narrativa ilustrada de um (Re)Nascimento”

A ADAL não podia deixar de se associar ao esforço que a ADPAC vem desenvolvendo com vista ao conhecimento, valorização e salvaguarda de Vale de Flores.

Foi por isso que se associou à iniciativa Dias de Renascimento que ocorreu durante todo o mês de Outubro, celebrando diversas efemérides que ocorrem neste mês, tendo especial significado em Santa Iria de Azóia.

Uma dessas efemérides é o aniversário do Parque Urbano de Santa Iria de Azóia, no dia 21, facto que levou a ADAL a optar por desenvolver o seu contributo em torno da história deste Parque: a exposição de bolso Santa Iria de Azóia, de Aterro a Parque Urbano – Narrativa ilustrada de um (Re)Nascimento.

Assinalamos como muito positiva a iniciativa da ADPAC, pelo que proporcionou quer na valorização do património local, quer nas dinâmicas de cooperação interassociativa.

UM OLHAR POR DENTRO

Está já em preparação a actividade “Um olhar por dentro”, integrada no projecto Pelos Trilhos do Património e da Natureza, que se realizará em Novembro.

Desta vez vamos sair do município de Loures, convidando os nossos sócios e amigos para uma visita guiada ao Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas, ponto nevrálgico da noite em que Portugal viveu a Revolução dos Cravos. Este espaço está localizado nas instalações do Quartel da Pontinha onde, de 24 a 26 de Abril de 1974, estiveram reunidos os oficiais que comandaram todas as operações da Revolução do 25 de Abril.

A Câmara Municipal de Odivelas, em colaboração com o Regimento de Engenharia N.º 1 (Pontinha), inauguraram o Núcleo Museológico inaugurou a 25 de Abril de 2001.

Brevemente daremos mais notícias!