DIA MUNDIAL DA ÁGUA – ADAL afirma que a água precisa ser defendida, protegida e mantida pública, sob controlo democrático

O Dia Mundial da Água assinala-se a 22 de Março.

Na actualidade, às pressões ambientais e civilizacionais sobre as fontes de água potável, acrescem as investidas económico-financeiras e mesmo militares.

Em especial em Portugal, crescem, com razão, as preocupações relativamente às pretensões do poder político de proceder à privatização da água e da sua gestão.

Neste quadro, a ADAL entende oportuno tornar pública a sua posição de frontal oposição à privatização da água, na medida em que se trata de um elemento fundamental à vida, não se compreendendo que possa ser entendido como mero bem transacionável e alavanca de promoção de lucros privados.

Entende-se que o bem-público ÁGUA, só pode ser adequadamente gerido e protegido, sob controlo democrático das populações.

Em Loures suscita especial preocupação neste momento, as colossais perdas de água na rede pública de abastecimento, que constitui um lamentável desperdício, independentemente dos custos económicos que comporta, que precisa ser urgentemente contido e revertido.

O novo ciclo autárquico justifica que a ADAL venha a propor aos autarcas eleitos um Pacto de Defesa da Água em Loures, que constitua um guia para acção e gestão democraticamente controlada da água no Município por autarcas e populações.

Comments are closed.