Exposição de bolso “Loures também tem Tejo! Narrativa ilustrada de uma causa líquida”

ADAL- Associação de Defesa do Ambiente de Loures vem, desde há anos, tornando públicas as suas preocupações com o estado e a situação de pressão desqualificadora na Frente Ribeirinha do Tejo em Loures.

Neste momento de novo impulso ao projeto, com a aprovação de empréstimo pela Assembleia Municipal de Loures, a juntar ao cofinanciamento aprovado pelo Portugal 2020, a possibilidade de circular de bicicleta e a pé entre Lisboa, Loures e Vila Franca de Xira é cada vez mais uma certeza.

A requalificação da frente ribeirinha do Tejo, com a implantação de um passeio pedonal e ciclável, num percurso com cerca de seis quilómetros de extensão, com passagem por Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela, irá permitir a aproximação da população à margem do rio Tejo e simultaneamente à fruição da paisagem do estuário do Tejo e ao contacto com a Natureza.

Oportunidade para a ADAL lançar a Exposição de Bolso #3 e reafirmar que LOURES TAMBÉM TEM TEJO!

Exposição de bolso “Paul das Caniceiras – Narrativa ilustrada de uma causa cheia de vida”

Na data em que se assinala o Dia Internacional da Biodiversidade, a ADAL lança a Exposição de Bolso #2. 

Uma singela forma de comemorar a natureza, celebrar a diversidade da fauna e flora e apelar para a preservação do ecossistema existente no Paul das Caniceiras, zona húmida ímpar localizada no concelho de Loures.

A ADAL defende a classificação do Paul das Caniceiras enquanto Área Protegida de Âmbito Regional/Local.

Conheça e valorize também este importante património natural do concelho.

Paul das Caniceiras
Paul das Caniceiras

Exposição de bolso “Santa Iria de Azóia, de Aterro a Parque Urbano – Narrativa ilustrada de um (Re)Nascimento”

A ADAL não podia deixar de se associar ao esforço que a ADPAC vem desenvolvendo com vista ao conhecimento, valorização e salvaguarda de Vale de Flores.

Foi por isso que se associou à iniciativa Dias de Renascimento que ocorreu durante todo o mês de Outubro, celebrando diversas efemérides que ocorrem neste mês, tendo especial significado em Santa Iria de Azóia.

Uma dessas efemérides é o aniversário do Parque Urbano de Santa Iria de Azóia, no dia 21, facto que levou a ADAL a optar por desenvolver o seu contributo em torno da história deste Parque: a exposição de bolso Santa Iria de Azóia, de Aterro a Parque Urbano – Narrativa ilustrada de um (Re)Nascimento.

Assinalamos como muito positiva a iniciativa da ADPAC, pelo que proporcionou quer na valorização do património local, quer nas dinâmicas de cooperação interassociativa.