Reunião descentralizada – em Fanhões – da ADAL

A ADAL, visando a persecução das atribuições que definem a sua missão – a defesa do ambiente e do património do concelho de Loures -, agenda mensalmente reuniões dos ​seus órgãos sociais.

​Uma  preenchida ordem de trabalho visou a análise e discussão de assuntos diversos, que no momento suscitam o envolvimento e dedicação da Associação, como: Retrato Ambiental de Loures (ainda pode enviar as suas fotografias), Pelos Trilhos do Património e da Natureza (sugerimos a pré-reserva de data: 26 de Maio; brevemente iremos divulgar o programa), a comunicação da ADAL (com destaque para o novo sitio da internet), entre outras matérias que importa preparar.

Esta última reunião foi descentralizada e realizou-se nas instalações da sede da Junta de Freguesia de Fanhões. Reiteramos o nosso agradecimento, agora público, à ​autarquia pel​a disponibilização das instalações e a amabilidade da recepção.

19.04.2018

Relembramos que ​a ADAL é uma Organização Não Governamental e não profissional, contudo trabalhamos diariamente para contribuir para o equilíbrio ambiental, para a defesa do património e da qualidade de vida das populações do concelho de Loures.

Consulte a nossa agenda de reuniões anual e participe também nestes momentos de reflexão e decisão. Valorizamos a sua participação!

Apoio Movimento Associativo 2017

A Câmara Municipal de Loures, no âmbito da sua política de estímulo ao movimento associativo municipal, concede apoios financeiros para a dinamização de actividades de carácter sociocultural, recreativo, desportivo e/ou juvenil.

Neste contexto, a ADAL candidatou-se a este apoio e no ano de 2017 foi-nos atribuída uma verba, em consonância com as regras estabelecidas.

Valorizando a transparência e a prestação de contas, publicitamos a recepção deste subsídio.

Posição Pública – ADAL saúda Fanhões, CAPITAL DO CALCETEIRO

Os Órgãos Directivos da ADAL- Associação de Defesa do Ambiente de Loures, reunidos oportunamente em Loures, decidiram apresentar públicas saudações à Junta de Freguesia de Fanhões pela sua iniciativa de proclamar Fanhões, Capital do Calceteiro.

A iniciativa tem a maior relevância para a valorização do património construído daquela freguesia, mas também para o património imaterial, a memória colectiva, o valor do trabalho, a arte e o ofício.

Importa recordar que a calçada portuguesa – que é motivo de orgulho em Lisboa e referência de Portugal no Mundo – foi, na sua maioria, executada por gente de Fanhões, pelo que se entende que faz todo o sentido homenagear o labor, o saber-fazer, a dedicação, a profissão, mas sobretudo as pessoas.

A ADAL releva ainda o esforço que vem sendo desenvolvido pela Freguesia no propósito da preservação, salvaguarda e valorização do património rural local, tarefa a que a Associação emprestará toda a colaboração que esteja ao seu alcance.