2018

O ano de 2018 foi um ano especial. A ADAL completou 10 anos da sua formalização. Para além de um cumprimento satisfatório do plano de actividades, devem destacar-se as iniciativas comemorativas desse momento único na vida da organização.

Assim:

1. Consolidação associativa e Funcionamento

  • A adesão de novos sócios ficou abaixo das expectativas para o ano especial que se viveu, quer do ponto de vista simbólico, quer do ponto de vista da actividade. De facto, em 2018, apenas se verificaram 3 novas adesões, não obstante as dezenas de contactos levados a cabo. É um aspecto que terá de continuar a merecer a atenção e empenho dos órgãos sociais.
  • A celebração do 10º aniversário mereceu uma preparação e um conjunto de actividades inéditas, em particular, o Programa levado a cabo em 21 de Janeiro:
  • Visita ao conjunto patrimonial de Santo Antão do Tojal e Paul das Caniceiras;
  • Almoço Comemorativo com a presença do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Loures – Dr. Paulo Piteira e do representante da Junta de Freguesia de Santo Antão do Tojal, José Gomes;
  • Fórum “Causas da ADAL”
    • Momento 1 | Filme: ADAL – 10 Anos em 10 minutos
    • Momento 2 | Presidente da AG da ADAL
    • Momento 3 |Os aquedutos e a Rua dos Arcos – as recuperações que faltam
      • José Júlio Morais ex-Presidente da Junta de Freguesia de Santo Antão do Tojal
    • Paul das Caniceiras e a biodiversidade
      • Biólogos Ana Veríssimo e Filipe Ribeiro
  • Na preparação das comemorações do 10º aniversário, foi adoptada uma adaptação temporária do símbolo da associação à efeméride e que se manteve em uso ao longo de todo o ano:

Foi realizada em 22 de Março a Assembleia Geral Ordinária, na qual se aprovaram o Relatório de Actividade e as Contas de 2017, para além da escolha dos aspectos Positivos e Negativos de 2017 nos domínios do Ambiente e do Património.

  • Realizou-se uma reunião descentralizada dos Orgãos Sociais:
    • Abril > Nas instalações da Junta de Freguesia de Fanhões
  • Oportunamente, os Orgãos Sociais decidiram adoptar o projecto “Linha do Tempo” com o propósito de registar toda a actividade relevante da ADAL ao longo da sua existência, quer nos 10 anos passados, quer em todos aqueles em que exista no futuro.
  • Foi definido o funcionamento de um grupo executivo que, sempre que se verifique a necessidade, reunirá em período intermédio às reuniões mensais ordinárias, com composição variável.
  • Por razões de natureza profissional e de mudança de domicilio do Presidente e Secretário da Mesa da Assembleia Geral, respectivamente, Sérgio Pratas e Lírio de Carvalho, que abdicaram das suas funções, houve necessidade de proceder à eleição de uma nova mesa da Assembleia Geral da Associação, donde resultou a entrada para os Orgãos Sociais de Ana Mata e Miguel Ferreira.

Comunicação/divulgação

  • Foi desenvolvido e consolidado o processo de mudança do e-sítio da Associação em ordem à apresentação de uma imagem renovada e uma nova dinâmica informativa. Deseja-se que o e-sítio seja agora potenciado o mais possível;
  • A utilização do perfil do Facebook, obteve importantes resultados de notoriedade da ADAL e de algumas das suas actividades;
  • Deu-se continuidade à edição mensal do Boletim Linha de Defesa, ao longo dos 12 meses do ano, com os conteúdos editoriais a serem partilhados e decididos pelo conjunto dos órgãos sociais;
  • Recorreu-se ainda ao Portal do Movimento Associativo de Loures, para divulgação das iniciativas desenvolvidas;
  • Com início em Junho , em colaboração com a rádio Horizonte FM e na Rubrica ”Um Bom Ambiente”, a Associação apresentou por intermédio de Tiago Pratas ao auditório da estação, Eco-alertas ADAL;
  • Novidade substancial terá ocorrido em 24 de Novembro com a realização de um Debate emitido em directo por canais de comunicação suportados na internet e que marcou o lançamento público do Canal Loures Sustentável, promovido pela produtora PAHD em cooperação com a ADAL.

Relações institucionais

No âmbito das relações institucionais, a ADAL participou ou disponibilizou-se a participar:

  • Conselho Municipal do Associativismo
  • Conselho Consultivo da Várzea e Zonas Costeiras de Loures (nenhuma reunião realizada)
  • Comissão Local de Acompanhamento da Valorsul
  • Parceria com a Câmara Municipal de Loures no âmbito do processo de reabilitação da Quinta e Palácio de Valflores
  • Projeto Urbagri4Women da AidGlobal
  • Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente CPADA | Adesão

Relativamente às instituições da Administração Central, cumpriu-se o envio anual de informação ao Instituto Nacional de Estatística e à Agência Portuguesa de Ambiente, neste caso com a finalidade de manutenção do estatuto de ONGA.

Programa Linha de Defesa

Este Programa enquadra vários Projectos (Eco-Alerta, Retrato Ambiental de Loures, Acções de Informação e Sensibilização, Acções de advertência e acompanhamento, Positivo e Negativo do ano).

Eco-Alerta

Foram recebidas e encaminhadas/esclarecidas nove denúncias e alertas relativos a problemas ambientais ou entendidos como sendo pelos denunciantes, mantendo-se um volume escasso de situações reportadas.

Retrato Ambiental de Loures

Trata-se de uma iniciativa sob reflexão relativamente ao seu modelo e expressão que, por falta de adesão, não teve lugar em 2018. A expectativa é de que possa regressar em 2019 noutros moldes mais atractivos e susceptível de gerar maior interesse e participação.

ACÇÕES DE ADVERTÊNCIA, INFORMAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO

Positivo e Negativo do Ano

Foram escolhidos, na Assembleia Geral Ordinária de 22 de Março, os seguintes aspectos Positivos e Negativos, referentes ao ano 2017:

  POSITIVO NEGATIVO
AMBIENTE Campanha reivindicativa para extensão do Metropolitano a Loures e Sacavém  

Destinatário: CM Loures  
Problemas ambientais no Bairro de S. Francisco, Camarate  

Destinatários: CM Loures e Ministério do Ambiente
PATRIMÓNIO Bodas de Ouro do Rancho de Folclore e Etnografia “Os Ceifeiros da Bemposta”  

Destinatário: Rancho de Folclore e Etnografia “Os Ceifeiros da Bemposta”  
Estado de abandono do Convento dos Mártires e da Conceição em Sacavém  

Destinatários: Ministério da Cultura e CM Loures  

Como habitualmente, emitiu-se Posição Pública sobre a decisão da Assembleia Geral expressa no quadro anterior. Aproveitou-se a realização de um plenário do Conselho Municipal do Associativismo para proceder à entrega do Certificado Positivo do Património ao Rancho de Folclore e Etnografia “Os Ceifeiros da Bemposta”, bem como o Certificado Positivo do Ambiente, à Câmara Municipal de Loures. Os restantes certificados Positivo e Negativo 2017 foram remetidos às entidades destinatárias no âmbito do Dia Mundial do Ambiente (5 de Junho).

Comunicados, Posições/Informações Públicas com divulgação nos órgãos de comunicação social de expressão nacional e local, bem como sócios e grupo de destinatários do nosso Boletim mensal, para além do executivo municipal e, conforme as situações, executivos de Freguesias ou Assembleia Municipal:

  • ADAL saúda Fanhões CAPITAL DO CALCETEIRO > Fevereiro
  • Dia Internacional das Zonas Húmidas > Fevereiro
  • Dia Mundial da Árvore | Evidenciar o Arvoredo de Interesse Público no Concelho de Loures > Março
  • MONUMENTOS E SÍTIOS EM LOURES Suscitam preocupação > Abril
  • HORTAS URBANAS ADAL propõe novo impulso no Concelho de Loures > Maio
  • Posição Pública a ADAL e os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável > Dezembro

Actividades e Registos

Assinale-se que o processo de reabilitação da Quinta e Palácio de Valflores teve um progresso assinalável, tendo chegado ao final do ano de 2018 com as obras de consolidação em curso.

Foi concluído, numa iniciativa da ADAL, o percurso pedonal “Do Palácio ao Castelo” entre o espaço patrimonial da Quinta de Valflores e o Castelo de Pirescoxe, passando pela Oliveira Milenar localizada no Bairro da Covina. O percurso a poder ser usufruído pelos munícipes estará disponível a todos no e-sítio da ADAL.

Foi realizada reunião com o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Loures, responsável pela área do património cultural tendo-se procedido a uma análise conjunta de vários problemas em monumentos e sítios do Concelho e equacionadas respostas e soluções.

Digno de destaque a Proposta de Área Protegida de Âmbito Regional/Local para o Paul das Caniceiras, apresentada pela ADAL a todos e cada um dos grupos políticos com representação na Câmara Municipal (CDU, PS e PSD) e na Assembleia Municipal de Loures (CDU, PSD, BE, PPM, PAN e CDS). Assinala-se que apesar de todas as diligências o Grupo do PS na Assembleia Municipal não recebeu e não ouviu a ADAL sobre esta matéria. Foram ainda realizadas duas reuniões com o Presidente da Câmara Municipal de Loures, no lançamento da Proposta e no final da ronda de contactos com os grupos políticos. Foi também realizada uma reunião com a Comissão de Ambiente da Assembleia Municipal, a convite desta.

A ADAL propôs também à Câmara Municipal de Loures a realização de uma Conferência dedicada à mitigação dos efeitos das Alterações Climáticas e a pedido do Sr. Presidente da Câmara, correspondeu com dois modelos diferentes e possíveis de organização do evento.

Perspectivas para 2019

A Direcção considera ser de manter o rumo de diversificar, reforçar e inovar quanto às estratégias de aproximação e eficácia na comunicação com os munícipes. Não se estando perante uma tarefa fácil, importará prosseguir a análise, mas também a potenciação dos instrumentos já alcançados, como o novo e-sítio na internet e o canal Loures Sustentável.

Perspectiva-se manter a participação activa nas instâncias para que tem sido convidada a ADAL, nomeadamente, o Conselho Municipal do Associativismo, a Comissão Local de Acompanhamento da Valorsul, e outros fóruns que venham a constituir-se, por iniciativa das autarquias ou de outras entidades, e que se considerem pertinentes, no quadro dos objectivos da ADAL.

A sustentabilidade vem sendo progressivamente adoptada com objectivo central dos propósitos da ADAL. A sustentabilidade ambiental, cultural, económica, territorial e social são desígnios de interesse comum e colectivo para os quais se revela da maior importância mobilizar e fazer agir instituições e cidadãos. Perspectiva-se, por isso, impulsionar e fomentar a causa da sustentabilidade como eixo primordial das políticas e actividades no Concelho de Loures por toda a rede económica e social.

Sem embargo, manter-se-ão como causas activas da ADAL:

i. Ambiente: Paul das Caniceiras e Frente Ribeirinha do Tejo

ii. Património: Aquedutos de Santo Antão do Tojal e Rua dos Arcos

A ADAL procurará aprofundar o relacionamento com as associações congéneres e as relações com a CPADA a que aderiu em 2018.

Importará em 2019, reforçar a ligação aos associados e incentivar o recrutamento de potenciais novos sócios em ordem ao crescimento e consolidação da Associação e da sua actividade .