AQUEDUTOS DE SANTO ANTÃO DO TOJAL – ADAL CONVIDA MINISTRA DA CULTURA | Informação Pública

Replicando o que já havia feito com o ministro da Cultura Pedro Adão e Silva, a ADAL enviou à nova Ministra da Cultura, Dalila Rodrigues, um convite para visitar Santo Antão do Tojal, juntando um dossier sobre a inacabada recuperação dos Aquedutos e da Rua dos Arcos e realçando a urgência de uma intervenção, em nome do património cultural, do turismo e da economia.

O Aqueduto de Santo Antão do Tojal foi alvo de algumas obras de preservação entre 1960 e 1978, tendo sido então restaurados apenas cinco arcos. Em 1991 iniciou-se novo restauro, sob a égide da então designada Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, num processo previsto para cinco fase (até 2000), trabalhos entretanto interrompidos e não mais retomados. Em Março de 2021, a Assembleia da República tomou a Resolução que abaixo se apresenta sem que, contudo, se tenha conhecimento de qualquer acção que aponte no sentido de cumprir a deliberação.

Em 2022 chegou a haver dotação no Orçamento de Estado, através do PIDAC, destinada a esta requalificação, que acabou por não se realizar.

A ADAL exorta todos os eleitos locais e munícipes de Loures a que também exijam uma urgente intervenção nos Aquedutos de Santo Antão do Tojal, incluindo as estruturas da Rua dos Arcos, valioso património construído, classificado como Monumento de Interesse Público, que importa salvaguardar e valorizar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.