GLIFOSATO: A opinião de uma leitora

Na sequência da divulgação da nossa Posição Pública “GLIFOSATO NÃO. POR ALTERNATIVAS AMBIENTAIS E NACIONAIS”, aqui , recebemos uma opinião de Eugénia Carvalho que, com a devida autorização, partilhamos:

“É com gosto que recebo as vossas informações regularmente. Mas este tomo a liberdade de comentar.

Sou Técnica Agrícola e neste momento não existe alternativas viáveis e de custo reduzido para os herbicidas. Como em quase todas as áreas existe falta de controlo e pouca informação.

O glifosato por causa da nossa pouca formação em geral, foi muito mal aplicado e sei de muitos casos onde foi aplicado 20, 30 vezes mais que a dose prevista para a infestante (e dose máxima é de 10l/ha). A prática tem sido ignorar as boas práticas e normas técnicas sobre o uso da substancia activa, ou a venda sem informação adequada.

Um herbicida biológico custa 80€ cada 100 m2 (insustentável).

As infestantes dificultam muito o crescimento de maçãs, peras, couves, tornando dificil a produção economicamente sustentável. A produção integrada preve a não mobilização de solos para muitas culturas, mas isso só é possível com herbicidas, senão não conseguimos ter fruta é mesmo de todo impossível, entre pragas e doenças sem controlo é complicadíssimo.

Nos jardins é igual, nos relvados não é possível controlar ervas daninhas sem herbicidas.

As alternativas que vierem têm se alvo de boa testagem, informação e formação.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *